Gerenciamento de infraestrutura de TI

O gerenciamento de infraestrutura de TI quando feito de modo correto e eficaz, é capaz de alavancar o crescimento de uma empresa.

Suas ferramentas auxiliam gestores e equipes de TI a prevenir falhas, reduzir riscos, analisar estratégias, soluções e medir o alcance de metas e objetivos.

Esse gerenciamento de infraestrutura surgiu por meio da Governança de TI, que por sua vez, foi criada como alternativa a um mercado que exigia controle, transparência e previsibilidade nas organizações.

Gerenciamento de infraestrutura de TI

A partir da década de 90, quando a qualidade de serviço passou a ser difundida no cenário corporativo, questões relativas à Governança de TI tomaram forma.

Assim, em decorrência das empresas necessitarem de mais transparência, agilidade e segurança em seus dados e recursos, a área de TI se tornou imprescindível na governança.

Pode-se dizer então, que a Governança de TI traz inúmeros benefícios para uma organização.

Ao longo deste artigo, você vai conhecer os benefícios do gerenciamento de infraestrutura de TI, as suas características e a sua  importância no cenário corporativo.

Por Que Gerenciar Uma Infraestrutura De TI?

A reputação e bom atendimento que uma empresa destina aos seus clientes depende intrinsecamente da tecnologia empregada em suas ações.

Isto quer dizer que, se uma empresa não possui controle em relação aos seus recursos tecnológicos e equipe de TI, condena-se ao fracasso e má satisfação dos clientes.

Sem gerenciamento de infraestrutura de TI, há falhas nos sistemas, softwares e demais componentes eletrônicos utilizados no cotidiano da empresa.

Portanto, perde-se dinheiro e clientes, em decorrência de uma péssima gestão.

Como Gerenciar Uma Infraestrutura De TI?

Primeiramente é preciso fazer um inventário de todos os recursos de TI existentes na empresa.

Com isso, é possível saber o que está funcionando, o que está em desuso e o que espera por conserto.

Com essa análise, tem-se o conhecimento real das aquisições requisitadas pela equipe de TI e se ela os utiliza de forma eficaz.

Por isso, algumas estratégias de gerenciamento corroboram para uma infraestrutura de qualidade, entre elas pode-se citar:

  1. Monitorar constantemente os recursos da Infraestrutura de TI;
  2. Simular a experiência que o cliente tem para com os serviços oferecidos pela empresa;
  3. Determinar o nível de serviço que a empresa quer alcançar.

1. Monitorar os recursos

Ao monitorar com constância os recursos de TI, previnem-se problemáticas decorrentes do mau uso, falhas, danos físicos e etc.

Isto colabora com a eficácia do funcionamento da empresa, já que esta, executa suas ações de modo a contribuir com uma experiência positiva, destinada ao cliente.

2. Simular a experiência

A segunda estratégia trata da simulação dessa experiência que o cliente recebe. Se os serviços prestados pela empresa são de qualidade, logo a experiência que o cliente tem é positiva e satisfatória.

Caso não receba um atendimento de qualidade, o cliente perde a confiança e não mais recorre a ela quando precisa.

Para que essa situação não aconteça é preciso que o gerenciamento de infraestrutura de TI esteja de acordo com as metas e demais ações da empresa, trabalhando em conjunto para fazê-la crescer e não a encher de prejuízos.

Quando algo der errado, a equipe de TI precisa agir rapidamente de modo a contornar o problema. É isso que se espera de um bom gerenciamento. Deve-se perceber as falhas e rapidamente contorná-las.

É por isso que simular a integração do usuário com um sistema, por exemplo é tão importante, pois mostra se há falhas, se o tempo de resposta entre uma ação e outra demora, se o software desenvolvido apresenta erros, etc.

3. Determinar o nível de serviço

Consequentemente, embora muitas empresas ainda não o tenham, é extremamente importante que haja o acordo de nível de serviço com os seus clientes.

Um Acordo de Nível de Serviços (ANS) é delimitado como um compromisso entre o prestador de serviços de TI e o seu cliente.

Este contrato estipula o serviço realizado pela equipe de TI, o nível de qualidade que deve ser garantido, a responsabilidade de ambas as partes e por fim, a compensação ao cliente caso a qualidade do serviço não seja atendida.

Esse acordo é um documento que necessita ser revisado periodicamente para o acompanhamento da qualidade de serviços.

Como Manter Um Bom Gerenciamento?

Para ser possível obter um gerenciamento eficaz em uma infraestrutura de TI é preciso realizar o monitoramento de todos os recursos.

Por conseguinte, é por meio do check-list diário e mensal que se obtém o controle dos recursos administrados pela equipe de TI.

Check-list diário

  • Análise de incidentes
  • Análise de disponibilidade
  • Análise de escopo monitorado

Assim, no check-list diário, têm-se a análise de incidentes, em que há a procura por problemas que ainda não foram tratados, executando ações que contornam de forma rápida a consequência que venha a acometer.

Na análise de disponibilidade, trabalha-se com relatórios, pois, por meio deles é possível detectar a disponibilidade dos recursos da infraestrutura de TI.

Por último, no check-list de escopo monitorado, há a integração de novos componentes ou recursos no gerenciamento de infraestrutura.

Assim, inserem-se os novos recursos adquiridos na lista a serem monitorados.

Check-list mensal

  • Gerenciamento de nível de serviço
  • Análise sazonal de alertas

No gerenciamento de nível de serviço, gera-se relatórios dos três últimos meses das principais atividades prestadas pela empresa, de modo a analisar o nível de qualidade (SLA).

Com essa informação, pode-se conhecer a experiência do cliente para com a empresa, sabendo assim se foi atingido o nível de qualidade estipulado, em que áreas é preciso aplicar melhorias e etc.

No check-list mensal de análise sazonal de alertas, trabalha-se também com o uso de relatórios. Exporta-se um sumário de alertas dos últimos 30 dias, em que são classificados os 10 maiores causadores de problemas.

Assim, é discutido que ações tomar para a melhoria dos itens que mais causam transtorno no dia a dia da empresa.

Conclusão

Uma gestão de infraestrutura eficaz garante o mínimo de riscos para a empresa e consequentemente fornece informações, por intermédio dos relatórios, de como continuar o processo de aperfeiçoamento dos seus serviços prestados.

Ou seja, a empresa se torna altamente competitiva no mercado e isso promove a obtenção de lucros maiores.

Qual é a sua opinião?