Por que é tão difícil colocar nossas ideias em prática?

Você com certeza já passou por aquela situação em que precisa fazer uma atividade extremamente importante, mas por algum motivo, não consegue fazê-la de imediato e vive encontrando desculpas, deixando-a para depois.

Por que é tão difícil colocar nossas ideias em pratica

 

É… e isso acontece especialmente em nossa área. Se você está começando a estudar alguma área da tecnologia agora, provavelmente vai se deparar com a senhora procrastinação, já já.

Quando começamos a aprender a programar, por exemplo, somos atiçados pelo espírito da curiosidade e de repente, nosso cérebro borbulha de ideias para desenvolvermos. 

Mas por algum motivo, a maioria delas fica guardada numa gaveta empoeirada lá na sala dos perdidos e achados do cérebro.

E isso quase sempre é causado pela procrastinação e resistência que temos ao começar algo novo, ou então, mergulhar no tão famoso desconhecido. Temos medo do que não conhecemos e inconscientemente tendemos a criar resistência ao que não foi feito antes.

Porém, nesse post eu vou te mostrar algumas dicas que vão te ajudar a começar aos poucos a desempacotar aquelas ideias empoeiradas que um dia você já quis desenvolver.

Mas para adiantar, eu posso dizer que, para lutar com a procrastinação é preciso que você desenvolva a criação de pequenos hábitos, não tenha medo de se arriscar e principalmente, esforce-se para cumprir o que você se comprometeu em fazer.

Comece com pequenos hábitos 

Hábitos e rotinas são essenciais para executarmos nossas atividades diárias. Se não temos controle do que fazer, ficamos à deriva e comprometemos o nosso dia com espaços vazios e desperdiçados.

produtividade

A melhor maneira de combater a procrastinação é criando ou recriando hábitos, de maneira que estes sejam parte de um todo, ou seja, que sejam pequenos. 

A procrastinação adora hábitos difíceis, pois ela sabe que tendemos a deixar para depois tudo o que é complicado ou não prazeroso de se fazer.

Se você quer criar o hábito de estudar toda a noite uma nova linguagem de programação, mas nunca tem tempo ou é tomado pela preguiça quando senta para aprender, experimente isso:

Dedique todos os dias 10 minutos para se concentrar totalmente nessa nova linguagem e esqueça do resto. Esforce-se para não desistir e não se deixar distrair. Seja exigente consigo mesmo.

Comece com pouco e vá aumentando gradativamente o tempo e a complexidade do seu hábito. 

O mais importante não é o tempo, mas sim a constância. É muito importante que você crie uma rotina e a repita todos os dias. Somente assim o seu hábito vai se enraizar e virar um costume.

Arrisque-se

Por que a procrastinação nos domina tanto?

Porque temos um medo absurdo de nos arriscar. Somos moldados para acreditar que devemos temer o fracasso, as falhas e os erros. Tudo tem que ser perfeito e tem que dar certo de primeira.

Mas não é assim que a vida funciona. A gente erra e erra muito antes de aprender. E se você costuma criar códigos, já sabe que, quase sempre quando eles funcionam, nós ficamos surpresos e nem sabemos o porquê.

E que 99% das vezes o código não é criação, mas o conserto dos erros.

Não tenha medo de errar. E nem de fracassar. Uma pessoa inteligente aprende com os erros dos outros, mas a experiente aprende com os seus próprios.

Se o que tem impede de começar novos projetos é o medo de fracassar, é melhor repensar. Você vai errar querendo ou não, não é uma coisa que você pode controlar.

Já formatou um computador? Não importa quantas vezes você já o tenha feito, uma formatação sempre será diferente da outra e, geralmente, você passa mais raiva tentando descobrir a solução para o bendito do erro, do que formatando.

Arrisque-se. Comece a desenvolver suas ideias. Transforme isso num hobby.

Somente assim você vai começar a desempoeirar àquelas ideias antigas que podem virar grandes soluções para  nós.

Esforce-se

Depois que você se anima e começa a praticar os seus novos hábitos, bate uma vontade de desistir muito forte.

Você começa a se distrair com facilidade, você falta um dia e mais outro em suas atividades, já que surgiu algo mais importante para fazer ou você só estava cansado.

Por que é tão difícil colocar nossas ideias em pratica

Não espere sentir inspiração ou animação para continuar o seu hábito. Isso não existe. Se fosse assim, um pintor nunca praticaria suas técnicas ou um escritor jamais terminaria suas obras.

Não é da inspiração que vem a criatividade. A inspiração aparece de tempos em tempos. A criatividade vem da prática diária do que você quer fazer. Ela vem do que você adquire com a experiência.

Se você quer criar um programa, dedique-se. Não adianta você trabalhar nele por dois dias enquanto está entusiasmado e depois esquecê-lo, voltando a vê-lo três semanas depois.

Você precisa se comprometer e se esforçar para que todos os dias você possa trabalhar nele. Seja estudando sobre o problema ou programando. Mesmo até que sejam apenas 5 minutos por dia.

Esforce-se para cumprir a sua rotina todos os dias. Esforce-se para cultivar bons hábitos e adquirir experiência e inteligência.

Por fim

Se eu pudesse escolher apenas uma forma para acabar com a procrastinação, com certeza seria com o esforço e determinação. 

Se nos comprometermos a fazer o que queremos fazer, mesmo que por pouco tempo, mas todos os dias ou nos dias em que você estipulou, então estaremos criando e dando forma a novos hábitos.

E com eles veem as consequências: você aprende mais, você pratica mais, sente-se mais criativo e mais produtivo.

Arrisque-se e coloque em práticas essas dicas. Tire as suas ideias antigas do papel. Dedique um tempo à elas todos os dias. 

Anote as novas, reveja as velhas. Crie coisas. Desenvolva. Aprenda algo novo. O mais importante é você ir de pouco em pouco.

Crie hábitos pequenos e fáceis de cumprir e vá aumentando aos poucos. Você vai conseguir alcançar seus objetivos e bater suas metas assim.

Boa sorte com suas ideias.

Você não pode mudar o mundo inteiro, mas pode mudar o mundo de alguém!

2 comentários em “Por que é tão difícil colocar nossas ideias em prática?”

  1. Não sou da área de TI, mas vivo tendo que me policiar para fazer com que as atividades tenham fluxo. É um exercício diário que tenho feito e cada resultado, motiva para outros. Mas nunca é fácil.

    1. Realmente Ricardo, nunca é fácil. Por isso, parabéns pelo esforço. Com ele conseguimos conquistar nossos objetivos.

Qual é a sua opinião?