Produtividade: concentre-se em apenas uma tarefa por vez

Produtividade: concentre-se em apenas uma tarefa por vez

Você já ouviu por aí que ser uma pessoa multitarefa é excelente para melhorar a sua produtividade?

Esqueça isso imediatamente.

Agora, vamos conversar um pouco sobre ser produtivo. Diga-me, como você se sente ao fim do dia? Você se sente feliz por ter cumprido todas as suas tarefas? Ou você fica frustrado por sentir que desperdiçou tempo e não terminou o que era para ser feito?

Estamos vivendo tempos em que a concentração é uma habilidade difícil de se conquistar. Somos cercados por todo o tipo de distração e isto nos toma foco.

Quando sentamos para estudar somos interrompidos pelo convite do telefone, por algum novo e-mail ou até mesmo pelo som da tv que deixamos ligada ao fundo.

Justamente por isso, vou te mostrar como você pode impulsionar a sua produtividade de maneira eficaz.

Vou te contar um segredo. Para você ser mais produtivo, não é preciso correr atrás de centenas de técnicas e estratégias mirabolantes, apesar de existirem inúmeras excelentes por aí.

Você precisa se concentrar exclusivamente nisso: fazer somente uma tarefa por vez.

Você se encaixa em alguns desses exemplos de falta de produtividade?

A dica mais importante sobre a produtividade é de fato você se concentrar em uma tarefa por vez, até o seu fim.

Imagine esta cena comigo. Você está postergando pela enésima vez aquela atividade chata e desprazerosa e o prazo da sua entrega está apertando.

A sua aflição começa a aumentar e consequentemente você fica mais estressado. E o que você faz com toda essa preocupação? Você põe sua tv na Netflix.

É ou não é assim?

Tendemos a fugir de tudo o que consideramos tedioso e difícil de se fazer. Procrastinamos até que chega ao ponto em que não há mais para onde correr. E é aí que as coisas se complicam.

Veja se você se reconhece em alguns desses exemplos aqui:

  • Arnaldo precisa terminar o seu TCC, mas nem buscou as suas referências ainda. Ele tem um mês para entregá-lo.
  • Amanda precisa escrever um projeto para o seu trabalho. Até tem a sua estrutura esboçada, mas não consegue encontrar inspiração para escrever. Ela tem 2 semanas para apresentá-lo ao seu chefe.
  • Sofia ganhou uma bolsa em um curso de inglês online, mas não consegue arranjar tempo para estudar à noite. Ela tem 1 ano para terminá-lo.

Observe que todos possuem prazos determinados para entregar as suas tarefas. Mas por serem tediosos ou pouco estimulantes, eles adiam.

A situação mais preocupante, certamente é a da Amanda que possui apenas duas semanas para entregar um projeto. E é bem provável que ela passe a enrolar até a última hora.

Por que tendemos a procrastinar, mesmo sendo algo tão importante?

Mas por que procrastinamos?

Não seria mais fácil se a Amanda investisse um tempo ao seu projeto nessas duas semanas ao invés de deixar para a última hora?

Por que o Arnaldo não consegue incluir a leitura das suas referências como uma tarefa diária a fim de conseguir terminar o seu tcc no prazo?

Por que a Sofia não faz um esforço para terminar uma aula de inglês no lugar de assistir mais um episódio de sua série favorita quando chega do trabalho?

Perceba que são as nossas escolhas que afetam diretamente a nossa produtividade. São hábitos nocivos que não reconhecemos. São hábitos automáticos.

Somos propensos a buscar por todo o tipo de situação que nos cause bons sentimentos e compensação.

E quando nos deparamos com algo que consideramos tedioso, o nosso senso de recompensa some, e somos fadados a procrastinar. E assim, substituímos o que temos de fazer por uma coisa recompensadora.

É assim que funcionamos. Simples não é? E isso quer dizer que podemos fazer nada a respeito? De maneira alguma. É aqui que entra essa dica maravilhosa.

Você deve se dedicar a somente uma tarefa por vez

Se Arnaldo se propusesse a todos os dias delimitar um tempo durante uma semana para a pesquisa de suas referências, ele teria mais 3 semanas para continuar o seu TCC.

No entanto, ele vai ficar estressado e vai tentar escrever a introdução ao mesmo tempo que estuda as referências, ao mesmo tempo em que escreve a conclusão, ao mesmo tempo em que revisa o que escreveu.

Pense comigo, isso tem chance de dar certo? Você acha que esse TCC pode ser aprovado com nota satisfatória por uma banca?

Agora voltemos a Amanda. Você acha que se ela deixar para escrever esse projeto no domingo, véspera de entregar, sua apresentação será satisfatória?  Você acha que ela sentirá orgulho da apresentação feita ao seu chefe e colegas de trabalho?

Você concorda comigo que se a Sofia deixar para fazer todo o curso de inglês dela nos últimos três meses ela não aprenderá significativamente?

Eu não sei você, mas eu me sinto aflita com esses exemplos. Dá um estresse só de pensar. Todos nós passamos por situações que não precisaríamos se tivéssemos controle do que fazemos.

Para que isso não aconteça com você, faça o seguinte:

  1. Divida uma grande tarefa em subtarefas
  2. Se concentre em terminar uma atividade de cada vez
  3. Evite a todo e qualquer custo distrações
  4. Faça, mesmo sem vontade

Divida suas tarefas em tarefas menores

Quando temos um projeto para escrever, se não tivermos uma estrutura delimitada não saímos do lugar.

Por isso é importante que você o divida em pequenas partes. Assim, comece com a pesquisa e estipule um prazo para ela. Depois parta para a escrita dos tópicos do conteúdo, definindo o que é relevante ou não.

E ao fim de cada parte, inicie a outra. Dessa forma você tem um projeto feito sob uma estrutura, com calma e qualidade.

Concentre-se na atividade até terminá-la

É imprescindível que quando você estiver executando uma tarefa, não pare até terminá-la. Ou ao menos, não faça outra até que a atual esteja concluída.

Ao se dedicar em apenas uma coisa por vez, você garante que o que está fazendo receba a atenção necessária para que o resultado ofereça qualidade e satisfação.

Evite pensar no término da atividade. Ao focar no que você vai ganhar ou em como vai ficar, você fica ansioso e perde parte de sua produtividade.

Portanto, concentre-se somente no que está fazendo e esqueça do resto.

Evite interrupções

Quando estiver concentrado em algo, desligue telefone, televisão, músicas que te tiram o foco e tudo o mais que possa perturbar você.

Tente ser rígido consigo, mesmo que por um curto tempo, para que assim você possa se concentrar totalmente no que estiver fazendo.

A qualidade de quem se dedica cem por cento em uma atividade é imensamente superior à aquela de quem vive se distraindo.

Esforce-se para terminar o que começou e verás o quanto o seu desempenho irá melhorar.

Não espere ter vontade para fazer

Se você tem de fazer algo, faça. Não há mais nada a dizer sobre isso. Se você enrolar, terá menos tempo e com isso, perderá a oportunidade de entregar um resultado de qualidade.

Não há nada pior do que entregarmos algo que, intimamente sabíamos que poderia ter ficado muito melhor se tivéssemos nos dedicado mais.

Concluindo

Certamente, terminar tarefas tediosas ou que requerem muito trabalho, exige tremendo esforço e dedicação. Mas você consegue.

Policie-se a evitar distrações e comprometa-se a terminar o que começou, mesmo que faça pausas regulares.

Saiba que o importante não é quanto tempo você leva para fazer algo, mas sim a qualidade que você é capaz de entregar.

Então, se você demora, mas é constante e é capaz de entregar algo bem feito e de valor, já valeu a pena ter se dedicado.

O mais importante é não desistir de você quando sair da linha. Volte e continue no seu ritmo.

Estabeleça como meta entregar as suas atividades com a maior qualidade possível. Eu garanto que além de você se tornar mais produtivo, você terá muito mais satisfação com o que faz.

Por que você não me conta nos comentários qual foi a situação mais estressante em que você procrastinou?

Qual é a sua opinião?